23 setembro 2019

7 tendências que vão revolucionar a indústria alimentar Destaque

Foi durante o evento Bühler Networking Days 2019, que decorreu na Suíça, que o Chief Technology Officer (CTO) da Nestlé, Stefan Palzer, falou daquelas que acredita que serão as tendências globais que mais irão moldar o futuro da alimentação. De acordo com o especialista, tendências de consumo como o veganismo e as preocupações ambientais são desafiantes para a agroindústria, contudo, podem ser uma oportunidade para o desenvolvimento de novas categorias de produto.

“Temos de continuar a renovar os nossos produtos com base nas necessidades da sociedade”, defendeu durante o seu discurso. Segundo a publicação Food Navigator, Stefan Palzer acredita que o futuro da alimentação será marcado, sobretudo, por sete grandes tendências. Saiba quais.

Nutrição de base vegetal
“Vimos, ao longo dos últimos anos, mudanças na forma como os consumidores percecionam o valor da comida. Existe uma explosão de diferentes padrões de dietas alimentares. Provavelmente, atualmente, muitos de vós têm um vegetariano ou um vegan na família: eu tenho três. Sou o único carnívoro na família. Isto está a causar muitas mudanças, mas também muitas oportunidades na área alimentar”, explicou Stefan Palzer. “Estamos a observar mudanças dramáticas no negócio. Vemos fragmentação e muitas startups. A comida está a tornar-se cool. Vemos isso nos blogs e na TV. A comida é um tema muito atrativo”, acrescentou.

A comida tem de ser ‘instagramável’
Com o contínuo crescimento das redes sociais, a forma como a comida é vendida e promovida também está a mudar, explicou. É preciso mais novidades e maior diversidade.

“Isto está a ser impulsionado pelas redes sociais. Há muitos bloggers e influencers que todos os dias partilham produtos atrativos. Aqui, a arquitetura e a cor dos produtos têm um papel crucial porque não é possível partilhar o aroma e o sabor através das redes sociais. Por isso, tem de ter um aspeto cool. (…) [A comida] precisa de ‘instagramabilidade’”, explicou ainda.

Inovação e variedade são mais importantes que nunca
Estas tendências estão a obrigar a indústria alimentar a inovar e a alargar a sua gama de produtos. “Um dos segmentos que está a crescer mais rápido é o da ‘carne vegan’, com as marcas a tentarem desenvolver produtos que mimetizem a carne em termos de textura, cor, sabor e aparência”, diz.

Contactos

M. Largo de São Sebastião da Pedreira, 31 - 4º
1050 - 205 LISBOA

T. (+351) 21 352 88 03
F. (+351) 21 315 46 65

E. Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.