15 maio 2018

Setor agroalimentar exportou 6,6 mil milhões de euros em 2017 Destaque

O secretário de Estado da Agricultura e da Alimentação afirmou na passada semana que o agroalimentar está com uma grande dinâmica, facto que se reflete nas exportações, com o setor a exportar 6,6 mil milhões de euros em 2017.
 
“Havia muitos especialistas que há pouco tempo diziam que os setores tradicionais da economia portuguesa não tinham futuro. Falava-se do têxtil, do calçado e do agroalimentar. E o que aconteceu, felizmente, é que não tinham razão. Estes setores mostraram uma grande dinâmica de exportação. Todos estes setores souberam inovar, isto é, a inovação foi a palavra-chave de todos estes setores para conseguirem dar o salto qualitativo que hoje apresentam”, afirmou Luís Medeiros Vieira.
 
O governante, que falava em Castelo Branco na sessão de abertura do “Agro Day”, explicou que toda a dinâmica destes setores tradicionais reflete-se em números, em termos das exportações, sendo que o setor do calçado exportou, em 2017, cerca de 2,2 mil milhões de euros, o têxtil 5,8 mil milhões e o agroalimentar 6,6 mil milhões.
 
“O setor agroalimentar é um setor que mostra uma grande dinâmica e que se tem afirmado nos últimos anos, com taxas de crescimento de exportações à volta de 8 % no ano anterior [2017]. Foi o aumento que teve e nestes primeiros três meses [2018] já vamos com um aumento da mesma ordem de grandeza”, frisou.
 
O secretário de Estado sublinhou ainda que o Governo está empenhado em que o setor continue a crescer acima da média do resto da economia.
“No setor das frutas, em 10 anos, reduzimos o défice em cerca de 400 milhões de euros, cerca de 40 milhões por ano. Isto mostra claramente que estamos a ganhar o trabalho da substituição de importações. Para atingir estes objetivos, é necessário fazer apostas. E acho que a primeira aposta chama-se conhecimento. O conhecimento é a base geradora de inovação e competitividade”, sustentou.
Fonte: Dinheiro Vivo

Contactos

M. Largo de São Sebastião da Pedreira, 31 - 4º
1050 - 205 LISBOA

T. (+351) 21 352 88 03
F. (+351) 21 315 46 65

E. Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.