02 abril 2019

Empresas estimam mais 14% de contratações entre abril e junho Destaque

Empresas portuguesas inquiridas num estudo sobre emprego estimaram uma subida de 14% na criação líquida de postos de trabalho entre abril e junho deste ano, destacando-se o setor da restauração e hotelaria e a região sul do país.

"A previsão para o segundo trimestre de 2018 em Portugal é de mais 14%" na criação líquida de emprego, subida que segue "em linha com o registado no trimestre anterior e ligeiramente melhor do que o registado no trimestre homólogo", divulgou o ManpowerGroup.

Esta percentagem tem em conta os empregadores que afirmaram querer aumentar (16%) e reduzir (2%) o número de colaboradores no ManpowerGroup Employment Outlook Survey, inquérito feito a 626 empresas portuguesas para perceber "quais as alterações que [as companhias] preveem para o emprego na sua região" entre abril e junho, em comparação com o atual trimestre.

Por seu lado, 77% das empresas questionadas não projetou alterações nos níveis de contratação.

O estudo,  divulgado, demonstrou também "projeções positivas em todas as regiões e todos os setores de atividade".

No que toca aos setores de atividade, "o setor com maior projeção para a criação líquida de emprego é o setor de restauração e hotelaria, com uma previsão de 29%", seguindo-se as áreas dos transportes, logística e comunicações (22%), da agricultura, florestas e pescas (19%), das finanças, seguros, imobiliário e serviços (18%), o setor público (14%) e a indústria (12%).

"Por oposição, o setor com a projeção mais cautelosa é o de comércio grossista e retalhista, com uma previsão de 5%", precisa o ManpowerGroup, acrescentando que "em cinco dos nove setores são apontadas melhorias nos níveis de contratação face ao trimestre anterior".

Contactos

M. Largo de São Sebastião da Pedreira, 31 - 4º
1050 - 205 LISBOA

T. (+351) 21 352 88 03
F. (+351) 21 315 46 65

E. Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.